Maçãs



BENEFÍCIOS
• Boa fonte de vitamina C, consoante as variedades.
• Podem ser úteis no tratamento da prisão de ventre e diarreia.


Uma maçã é uma merenda ideal e saudável, pois é fácil de transportar, alimentícia, sumarenta e refrescante. Certas variedades são boas fontes de vitamina C, que, sendo um antioxidante, é benéfica para o sistema imunitário. A maçã é, para além disso, relativamente pobre em calorias e contém grande percentagem de frutose.


Este açúcar simples, mais doce que a sacarose, o principal componente da cana-de-açúcar, é metabolizado lentamente, contribuindo assim para regular os níveis de açúcar no sangue.
Na medicina tradicional, as maçãs maduras, cruas, sempre se utilizaram para tratar a prisão de ventre, enquanto as maçãs cozidas estão indicadas para a diarreia e a gastrenterite. Utilizam-se ainda maças em cataplasmas para inflamação da pele.

ESCOLHA DAS MAÇÃS
Existem inúmeras variedades de maçã (incluindo as que, devido à sua forma oblonga, são designadas por pêros nalgumas regiões de Portugal), mas só uma pequena percentagem é comercializada. Em geral, os frutos estão nas melhores condições de paladar, aroma e textura quando se compram na época própria, que é de Junho a Outubro. As maçãs compradas fora da época provêm de uma armazenagem em ambiente frio onde o teor de oxigénio foi reduzido através de processos químicos, o que retarda o processo natural de maturação; por isso, podem guarda-se durante meses sem amolecerem.
Contudo, quando as maçãs são novamente expostas a temperaturas e níveis de oxigénio normais nas prateleiras da mercearia ou supermercado, o processo de maturação contínua e os frutos tornam-se moles rapidamente. Ao comprar, escolha frutos de polpa firme, pele lisa, fina, brilhante, sem manchas castanhas ou zonas moles, que indicam um estado de maturação avançada. Entre as variedades mais conhecidas contam-se a Cox, Starking, Bramley, Royal Gala, Golden Delicious, Grande Smith e Emprise.

MAÇÃS SECAS
O homem come maçãs secas, frescas, desde a Idade da Pedra, e este fruto já era popular entre os Egípcios do século XII a.C. Apreciada pela sua durabilidade, a maçã foi uma das primeiras culturas implantadas pelos colonos pioneiros no Novo Mundo.
A secagem é uma das mais antigas formas de conservação de frutos. Na Idade Média, penduravam-se fiadas de rodelas de maçã das traves de tecto, mas actualmente são expostas ao fumo de enxofre a arder para evitar que escureçam e só depois postas a secar ao sol em tabuleiros de rede. Com a perda de humidade dá-se a concentração dos açúcares naturais, razão por que os atletas apreciam a maçã seca como fonte de hidratos de carbono, rapidamente convertidos em energia. Para o mesmo peso, no entanto, as maçãs secas contêm seis vezes mais calorias do que as frescas. São ainda ricas em fibras e uma fonte razoável de ferro. A maçã seca perde no entanto toda a vitamina C durante o processo de secagem.





0 comentários:

Enviar um comentário


Posts Mais Populares

PUBLICIDADE
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...