Alho



BENEFÍCIOS
• Em doses diárias, pode ajudar a baixar a tensão arterial e o colesterol do sangue.
• Actua como descongestionante nasal.
• Tem propriedades antivirais e antibacterianas.
INCONVENIENTES
• Provoca mau hálito.
• Pode originar enxaquecas.
• Pode causar dermite de contacto.

Os fitoterapeutas e naturopatas consideram o alho uma espécie de alimento miraculoso e utilizam-no como remédio para tratar dúzias de doenças, da asma à artrite. A fama do alho tem uma certa base de verdade, e as suas propriedades curativas – como agente antiviral e antibacteriano – foram já cientificamente provadas.
O alho pode ser consumido cru para reduzir a congestão nasal, bem como para ajudar a aliviar os outros sintomas de constipação.
As propriedades medicinais deste bolbo são resultantes dos compostos de enxofre que contém, incluindo os responsáveis pelo odor pungente libertado quando se esmaga um dente de alho. Há alguma controvérsia acerca do facto de o alho ter os mesmos benefícios para a saúde quando ingerido cozinhado e quando consumido cru, pois muitos dos seus componentes voláteis perdem-se durante a cozedura.

Vários estudos científicos efectuados revelaram que os compostos do alho são bons para o coração: baixam a tensão arterial, diminuem a produção de colesterol no fígado, reduzem o colesterol prejudicial e fazem aumentar os níveis das lipoproteínas benéficas, de alta densidade, do sangue. Na Alemanha, o alho é utilizado na produção de um medicamento para reduzir os níveis de colesterol do sangue. A dose diária recomendada de alho fresco é cerca de 4 gramas, o equivalente a um ou dois dentes pequenos.
O alho também pode inibir a coagulação sanguínea e aumentar a velocidade de composição dos coágulos sanguíneos, mas a dose recomendada são 10 ou mais dentes por dia. Os preparados à base de alho seco também têm um ligeiro efeito na redução da tensão arterial e do colesterol.
Estudos em animais mostram que o dissulfureto de alilo, um composto de alho, pode ajudar a evitar o crescimento de tumores malignos. Um estudo feito em 1991 à população de Shandong, região da China com uma das mais altas taxas mundiais de cancro no estômago, sugere que a ingestão regular de alho pode dar alguma protecção, mas não há provas convenientes de que as pessoas que comem muito alho tenham menor propensão para contrair cancro.
A maior desvantagem do alho é o mau hálito que causa quando ingerido. Pode provocar alergias e enxaquecas e, quando manipulado, irritar a pele e causar dermite de contacto.





0 comentários:

Enviar um comentário


Posts Mais Populares

PUBLICIDADE
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...